Mais

Fazia tempo demais que se havia sentido viva pela vez última dos seus dias. Fazia vidas demais desde que havia vivido, arriscaria dizer. O ponteiro da bússola venosa havia há eternidades esquecidas adquirido uma latência vã de quem se marimbava para o assunto de viver.
E essa subcutânea sensação de que a atracção ao fim da linha que suspeitava no fundo não acabar não era coisa de agora, nem deste agora nem de qualquer outro mas de todos eles juntos e do que deles fica por demais, afigurava-se no fundo uma rede suspensa de conforto.
Partia agora à descoberta de mais que pele e carne. Numa solidão que se revelara até à data a mais fascinante companhia. Simultaneamente consigo e longe de si. Mais longe do mundo e mais perto de um núcleo que era, na verdade, o mais mundo onde queria habitar sem tempo ou espaço por prisão. Metafísico apenas. Onde ser se transformaria finalmente num verbo sem amarras na conjugação dos corpos.
O não sentir-se era um portal espelhado para o encontro consigo. Derradeiro. Com um eu completo longe dos karmas da morte que haviam tolhido as asas a quem não sabe se não sonhar por demais.
O mundo corpóreo era agora uma passagem apenas. Uma janela de um corredor sem fim. Uma personagem reencarnada numa peça com pano perpetuamente aberto. Como uma árvore de plástico num pantanal de sonhos em lama.
Mais forte era a vontade de ver para lá do que os olhos conseguiam alcançar e chegar onde os passos jamais podiam fazer levar.
Pensava como quem nadava em círculos dentro de um infinito de água gelada. Sem realmente o fazer.
Talvez fosse isso o sentir-se viva, então. Sentir-se sem recurso ao mundo por necessidade, pelo menos por quantos instantes o quotidiano de gente pudesse permitir. Fosse como fosse, era bom deixar de ser tanto que no fim de contas se era mais.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s