Só assim

Então não me preenchas. Nem me decifres. Muito menos me concluas. Pouco me interessa se tenho estrutura ou coesão, importa-me a textura e a respiração, antes do mais que exista. O som e a arte e a onda e o pulsar. Então não me entendas nem me venhas resgatar. Ser náufrago é necessário, e saber respirar sal. E perder-me em sensações, orgásmicas ilusões de ADN espiral.

Então não me acompanhes, deixa-me ser só, contigo. Que seja eu a escolher entre relento e abrigo. E deixa-me morrer em mim, quantas vezes me apeteça. Porque só assim renasço, na ante-câmara de algo mais. Só naufragando estilhaço os horizontes banais.

Como uma bala gelada que perfura um vidro fosco. Sensação de agulhas quentes em auréola nos pulmões. E uma gaiola de pavor, cristais e superstições. Quero ter casa nas estrelas, exacerbar abandono, exorcizar os fantasmas e rasgar a métrica e as rimas e desfazer cogitações, quero depenar a lógica, amputar os teoremas e corroer as funções. E esfaquear filosofias e estrangular frases feitas e enforcar o quotidiano. E apedrejar o normal. E pontapear parábolas e incendiar matrizes e atear os referenciais.

E quero dar cabo do tempo e das bússolas e do norte e das pedras e dos passos e dos beijos. Quero ser para lá de louco onde a loucura transponha e não reste se não nada. E no nada fazer-me atómica explosão do que é feita a poesia. Nem sonetos nem quadras nem cabeça ou pés ou esqueleto. Arte só sem mais nada e vazio. Papel molhado à chuva de fogueiras subcutâneas.

E transgredir a pele e desafiar a alma. Então não me entendas. Nem queiras que seja feliz. Sem ser triste sou banal. E não me restam se não dias iguais aos dos outros. E morro sem a loucura, na vida engavetada dos contentores que há no hoje.

Deixa-me ficar contigo nesta alienação desfeita. Não venhas, mas dá-me a mão. Devagar e sem que a sinta. Fica, sem que te note. Não me decifres, muito menos me concluas. E deixa-me ser louco para lá da ponte onde a loucura se suicidou. Porque só assim.

Carlos Vieira

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s