Basta um momento…

É impressionante como a natureza humana e um cérebro repentinamente corajoso permitem superar limites impostos até pela própria biologia e natureza errónea. É vertiginoso olhar para trás e ver que de uma respiração aguçada, enchendo o peito, somos emocionalmente capazes de nos tornar, por momentos, mais fortes que tudo e todos, como quem vira o mundo ao contrário e o faz girar na ponta dos dedos, num êxtase de alma a palpitar à flor da pele.

Acho alucinante como somos criaturas com a capacidade de subitamente nos tornarmos apenas massas de vontade imensa, ultrapassando qualquer barreira como quem é dotado de qualquer força sobrenatural, que aos olhos dos outros parece incrível. Atingimos assim em picos altos do nosso espírito feitos que nem nunca ninguém imaginaria que conseguíssemos, nem mesmo nós mesmos. E que no outro dia nada são se não passado, mas que de alguma forma nos fortalecem.

Chama-se ser lutador, chama-se saber dar valor a cada passo na vida sem tomar as coisas por garantidas. Chama-se também estar agradecido por ser assim, porque nos acrescenta muito do que falta a alguma gente que vagueia pelo mundo, como se fosse fantasma: força de vontade e substância. E subjacente a tudo isto está uma grande lição: estar grato por quem nos inspira e quem acredita em nós, mais até do que nós mesmos. E quando existe algo ou alguém que nos faz mover assim montanhas, vale com certeza a pena!

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s