7º CNEC – Uma carta ao passado

*Escreva uma carta à criança de 10 anos que, um dia, já foi. *

Fátima, 15 de Julho de 2011

Querida Inês,
Tens apenas dez anos, mas bem sei que a tua verdadeira idade não é essa. Por um acaso que agora te pode parecer infeliz, mas que mais tarde compreenderás que não é tanto assim, a vida fez-te crescer depressa demais. Agora, encontras-te deitada na mesma cama, nessa onde tantas vezes ficam as tuas lágrimas, mas onde te deixas também voar pelos sonhos de uma criança, inocentes… não tão inocentes como os dos outros miúdos da tua idade, eu sei, mas irás aprender a reconhecer isso como uma vantagem. Passaram apenas cinco anos, acreditas? E nesta correria louca do tempo, consegui aprender tanta coisa… e ainda assim sinto essa nuvem de inexperiência que às vezes te assombra. Mas não te preocupes, isso faz parte da vida: cair e aprender, se for preciso duas, três vezes, cem vezes, mas um dia chegaremos lá, o que interessa é continuarmos a tentar, as duas, juntas.
Escrevo-te agora porque me lembro dessa fase complicada que estás a passar. Acredita em mim, Princesa, não estás sozinha, nunca vais estar. Essa voz dentro de ti, far-te-á sempre companhia. Quando te sentires preparada, experimenta: fecha os olhos e não penses em nada – eu sei que é difícil, continua a ser, mas com treino tu consegues – vais ouvir uma voz… chama-se Alma, foi a maior lição que aprendi até hoje: saber escutá-la. É uma amiga para a vida.
Entendo que às vezes te apetece desaparecer e acabar com tudo, mas Princesa, eu sei o que te digo: uma das mais belas coisas que tem a vida é a sensação de ultrapassar os obstáculos mais difíceis… eu sei que achas injusto teres passado por tanto e saberes que vais passar por muito mais, mas vou-te contar um segredo só nosso: Se fosses igual a todos os outros meninos e não tivesses que lutar por cada passo que dás, a vida era demasiado fácil para ti. O tempo vai-se encarregar de te ensinar isso, vais ver.
Trago-te boas notícias: brevemente vais ver na televisão algo que vai mudar a tua vida e o vento vai trazer-te uma amizade única, que te vai dar muita força, mas isso terás de descobrir sozinha.
Princesa, agora o importante é continuar a tentar, podes cair muitas vezes, mas se não continuares a tentar, é certo que não vais sair do chão.

Luta sempre!
Amo-te,
Inês

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s